Sapataria arquitetada!

Quando pensamos numa loja de sapatos, seja masculina, feminina ou infantil, imaginamos é claro um local cheio de opções. Por conta do produto pequeno e da grande quantidade como podemos fazer para que os produtos se destaquem???

Sempre voltamos na tecla do “Público-alvo” porque realmente é ele quem dá todas as diretrizes para o projeto. Se por exemplo, você atende um público mais popular, você terá maior quantidade de produtos expostos, para realmente mostrar estoque e demonstrar preços baixos, sua iluminação será geral e possivelmente com lâmpadas de tom frio.

Mas se você trabalha com um público mais selecionado, então a sua loja precisa de ter outro aspecto. A começar pela quantidade de produtos expostos, você não trará o seu estoque para frente de loja ou para sua vitrine, é necessário um “espaço de respiro” entre os produtos, pois esse espaçamento deixa que as peças se valorizem por si só, deixa que elas tenham seu próprio espaço para brilhar.

A falta de espaço desvaloriza as peças, faz parecer que esta havendo alguma promoção ou que os preços são baixos.
A falta de espaço desvaloriza as peças, faz parecer que esta havendo alguma promoção ou que os preços são baixos.

A Iluminação é outro ponto onde se diferencia uma loja popular de uma loja mais sofistificada, geralmente (mas não obrigatoriamente) iremos usar lâmpadas de tom quente, que trarão aconchego para o cliente, que digam pra ele que ele pode passar bastante tempo na loja, que ninguém quer que ele saia correndo..rs.

Iluinação focada nos produtos. Shoe Concept Store - Projeto Tamara Muradova
Iluinação focada nos produtos. Shoe Concept Store – Projeto Tamara Muradova

Ainda sobre iluminação: Não deixe seus produtos no escuro! Ainda vemos muito isso ocorrer. Quando usamos prateleiras pode acontecer de alguns produtos ficarem pouco iluminados, devemos sempre contornar essa situação, acrescentando outros pontos de luz.

Diferente de uma loja de roupas onde provamos a mercadoria em pé numa sapataria precisa-se de espaços para sentar e provar os calçados. É essencial que se pense onde serão colocados os bancos, puff ou sofás afinal essas peças não podem atrapalhar a circulação dentro da loja nem tão pouco podem causar desconforto para quem esta provando, digo mulheres de saia ou vestido, pessoas com crianças. Evita-se colocar as pessoas que estão provando de frente para a entrada da loja para evitar constrangimentos.

O projeto é lindo, a iluminação é inovadora, porém não achei os espelhos, Sapataria Nova Projeto 2Buy
O projeto é lindo, a iluminação é inovadora, porém não achei os espelhos.
Sapataria Nova
Projeto 2Buy

Agora um detalhe importantíssimo: Espelhos! Quantas vezes você já entrou numa loja de sapatos que não tinham espelhos? Eu pelo menos já vivi isso várias vezes. Os espelhos de corpo inteiro são essenciais mas aqueles espelhos baixos também ajudam e muito!

Agora quanto à decoração da loja, já nos habituamos a imaginar sapatarias masculinas com muita madeira não é mesmo? Então fuja um pouco do óbvio, claro que podemos usar madeira, mas também podemos usar outros materiais e cores. Estude o seu público-alvo e inove para ele, encante!

Numa loja de calçados às vezes temos os acessórios como cintos e bolsas. Essas peças devem ser colocadas em áreas estratégicas, devem saltar aos olhos dos clientes, fazer com que eles enxerguem a possibilidade e necessidade de combiná-las com seus calçados. Aumentando assim o tícket médio no seu estabelecimento. A Loja abaixo expõe de forma bem legal suas bolsas, já coloca o que combina junto, auxiliando a criar ideias para o cliente.

Loja da Carmen Steffens em Hollywood
Loja da Carmen Steffens em Hollywood

Esperamos que essas dicas tenham te ajudado, qualquer dúvida ou sugestão mande um e-mai para contato@arquiteturaestrategica.com e nos siga nas redes sociais!

 

 

You may also like

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *